Symantec lança quatro soluções para proteger dados corporativos

Novas suítes anunciadas em evento anual da companhia prometem ajudar empresas em políticas de IT, gerenciamento de sistemas e proteção de dados sensíveis. 
Cerca de 75% das companhias reportaram ter sido vítimas de ciberataques nos últimos 12 meses e 60% tiveram suas identidades expostas, revela um estudo global realizado pela Symantec. Para ajudar as organizações a reforçarem a proteção de suas informações, a empresa, especializada em segurança da informação, anunciou durante o seu evento anual Vision 2010, em Las Vegas (EUA), quatro versões novas de suas soluções voltadas ao mercado corporativo.

Durante a abertura da conferência, o presidente e CEO da Symantec, Enrique Salem, destacou a importância de as companhias terem o controle da segurança de sua infraestrutura, o que segundo ele é grande desafio, considerando que o volume de informações se multiplica dia-a-dia. Ele observa que as pessoas precisam acessar dados onde quer que estejam e pelos mais diferentes tipos de dispositivos. Cita como exemplo, a expansão rápida dos smartphones e o aumento do seu uso no meio corporativo.

Além disso, o executivo afirma que virtualização e cloud computing são uma realidade e as companhias terão de reforçar mais ainda a proteção de seus ambientes de TI. Há ainda o aumento do uso das redes sociais. 

Salem constata, no entanto, que os orçamentos para investimentos em segurança estão reduzidos e as equipes de TI não dão conta de cuidar da grande massa de dados dentro das empresas.

Informação sensível 
Como está cada vez mais difícil proteger tudo e ter controle de todos os acessos à rede, inclusive os remotos pelos laptops e smartphones, a recomendação de Salem é que as companhias passem a gerenciar o risco de suas informações para saberem o que é mais importante para os negócios. 

“É importante saber quais são os dados mais sensíveis para a empresa e reforçar a segurança dessas informações”, sugere o CEO da Symantec, que percebe que as companhias têm dificuldade para saber o que realmente precisam proteger. Seu conselho é que os Chief Security Officers (CSOs) comecem esse trabalho preservando 10% dos dados confidenciais para a organização em aumentem aos poucos. 

O CEO da Symantec recomenda que as companhias também adotem ferramentas integradas de segurança da informação para preservar sua infraestrutura, com monitoramento em tempo real. Para garantir a proteção do ambiente é importante ainda reforçar as políticas de TI e educar os usuários.

Novas soluções da Symantec
Durante o Vision 2010, a Symantec lançou quatro versões de suas soluções de segurança da informação para o mercado corporativo. As novas tecnologias chegam para ajudar as companhias a reforçarem as políticas de TI e protegerem a infraestrutura. 

Uma das soluções é a Control Compliance Suíte 10.0, que tem a proposta de aumentar a visibilidade dos riscos de segurança e desenvolver políticas de segurança. Essa ferramenta funciona integrada com o pacote Data Loss Prevention, que chega ao mercado na versão atualizada 10.5 e ganhou novas ferramentas para avaliar informações sensíveis ao negócio e preservar ambientes privados como os que processam aplicações em cloud computing.

O terceiro produto novo apresentado pela Symantec é o Altiris IT Management Suite 7.0 para gerenciar a infraestrutrura de TI, implementar sistemas de segurança, atualizar correções (patches), automatizar processos de migração para o Windows 7 e monitorar o reporte de ocorrências no ambiente de rede. 

O último pacote é o Symantec Protection Suites, desenhado para administrar e proteger toda a rede corporativa, com gerenciamento unificado. Todas as soluções lançadas no mercado mundial chegam simultaneamente ao Brasil na versão em inglês.