Aumentando o tempo de vida útil de seu computador

De acordo com o ElectronicsTakeBack Coalition, a fabricação de um computador de mesa requer 240 quilos de combustíveis fósseis, 48 quilos de produtos químicos e 1,5 toneladas de água. Diferentemente da maioria dos aparelhos que utilizam mais energia para o uso do que no processo de fabricação, o computador contraria esta relação. Um relatório da Universidade das Nações Unidas indica que a utilização de energia na produção de um computador é em média 5 vezes maior do que na utilização do mesmo ao longo de sua vida útil e, portanto, prolongar a vida do sua máquina por dois anos pode fazer uma enorme diferença na pegada ecológica e nos custos de sua organização.

Se o seu PC está precisando de manutenção, não cometa o erro de novato de descartá-lo ao primeiro sinal de problemas. Alguns programas simples e de baixo custo, bem como atualizações, podem corrigir os danos e manter seu computador funcionando bem pelos próximos anos.

 

Resolvendo problemas com aplicativos

Antes de reciclar um computador lento ou reformatar seu disco rígido, certifique-se que você limpou a lixeira e resolveu problemas básicos. Dentre as causas mais comuns de lentidão na máquina estão: spyware, vírus, arquivos temporários, arquivos fragmentados, e discos rígidos cheios. O Windows tem vários utilitários para ajudar a limpar e organizar o seu PC. O site americano LifeHacker (em inglês) listou recentemente as cinco melhores Ferramentas de Manutenção do Windows de acordo com seus leitores. Estas ferramentas são alternativas gratuitas de terceiros para os utilitários do Windows.

Para evitar os riscos de vírus em sua máquina, o melhor a fazer é colocar todos os seus computadores em um programa de manutenção regular. Assim, você evita que os problemas acumulem.

Os programas que começam a funcionar quando o computador é ligado são um incômodo para os usuários do Windows. Muitos programas de autoexecução podem sugar os recursos do sistema, tornando sua máquina lenta. Entretanto,é difícil encontrar a(s) fonte(s) deste problema, bem como é difícil decidir quais os programas que realmente precisam de auto-lançamento e quais não. Novamente, utilitários gratuitos podem ajudar. Programas do próprio Windows e outras ferramentas similares verificam os locais onde os arquivos autoexecutáveis (autorun) tendem a se esconder. Em seguida, apresentam uma lista na qual você opta pelo bloqueio, ou permite sua inicialização automática. Se você não pode decidir, visite Sysinfo.org (em inglês). Seu banco de dados descreve os programas conhecidos de inicialização e lhe diz como lidar com cada um.

 

Mudando as funções do computador

Muitos computadores são descartados antes de chegar ao fim do seu ciclo de vida. Tal como mobiliário de escritório e outros equipamentos, um computador pode servir várias funções dentro de uma organização antes de ser reciclado. Em alguns casos, você precisará de um modelo de PC recente e atualizado, mas em outros, você poderá usar uma máquina já desgastada. Quando um computador começa a ter um desempenho abaixo do esperado no seu papel primário, considere agir conforme alguns dos tópicos abaixo. Ao utilizar ao máximo as possibilidades de seu computador, você estará poupando dinheiro e reduzindo a pegada ecológica de sua organização.

Máquinas de Teste: Experimentar é uma ótima maneira de aprender sobre tecnologia. Assim, sua equipe pode aproveitar a oportunidade para testar programas nestas máquinas mais antigas.

• Máquinas temporárias ou para substituição: Quando um computador entra na loja, é bom ter as máquinas de reposição a mão. Você pode utilizar um de seus PCs mais antigos enquanto repara a versão mais recente. Além disso, caso tenha clientes ou novos empregados, você pode configurá-los em uma das máquinas mais antigas até que tenha preparado seu computador permanente.

• Peças de reposição: computadores velhos podem ser uma fonte de peças para reposição - placas de expansão, módulos de memória, discos rígidos, e muito mais.

• Rotatividade: empregados diferentes têm diferentes necessidades de computação. Você pode passar uma máquina mais antiga, mais lenta, para alguém com menor utilização, ou cujos softwares consomem menos recursos.

Thin clients: Você poderia converter alguns de seus computadores para uma arquitetura thin client, em que ambientes de trabalho múltiplos são executados virtualmente em um servidor e acessados por computadores individuais. Apesar de tal ambiente requer um servidor para ter velocidade e poder de computação, suas necessidades para cada thin client são muito menos rigorosas. Computadores mais antigos podem ainda ser capazes de prosperar durante vários anos como thin clients.

 

Atualizações de Hardware

Comprar componentes mais recentes, mais rápidos, pode parecer uma maneira barata de incrementar um PC antigo, porque os preços caíram dramaticamente nos últimos anos. Mas se o hardware não é o problema real, você pode se decepcionar com os resultados. Aqui estão alguns pontos a considerar antes de investir em novo hardware.

1. Demaneira geral, os hardwares não são o problema principal. Motivos mais comuns para o computador ficar lento são a execução de muitos programas ao mesmo tempo, ou a necessidade de desfragmentar o disco.

2. Se o hardware é parte do problema, nem sempre é fácil isolar o(s) componente(s) em falta. Você pode executar testes para determinar o fator de maior lentidão dentro do seu computador (também conhecido como o "gargalo"), mas os resultados destes testes são muitas vezes difíceis de interpretar.

3. Para instalar os novos componentes são necessários tempo e experiência. Você tem que se sentir confortável para abrir o computador, e deverá instalar novos drivers. Caso você compre um novo disco rígido, você terá que criar a imagem da unidade antiga (se tiver um software de clonagem de disco), ou será obrigado a reinstalar o sistema operacional e todos os seus softwares.

4. Seu sistema pode limitar as opções disponíveis. Por exemplo, algumas placas-mãe mais antigas não vão reconhecer mais de 1 GB de RAM. Se você está olhando para uma nova placa de vídeo, deve estar atento e saber se o fabricante faz drivers para seu sistema operacional.

5. Pode ser difícil de substituir os componentes em um laptop (por exemplo, teclado, monitor, mouse touchpad). No entanto, muitas vezes você pode conectar um substituto externo se uma das partes integradas começa a falhar. Por exemplo, se as teclas começam a cair, você pode conectar um teclado USB.

 

Memória RAM

Se o hardware ainda parece ser a raiz de seus problemas e você tem 512 MB de RAM ou menos, comece por adicionar mais memória. Você pode comprar 1GB de RAM por menos de R$ 60,00. Esse é um dos componentes mais baratos do mercado. Acrescentar RAM faz uma diferença maior na velocidade percebida do computador do que qualquer outro componente. 

Na intenção de adicionar qualquer novo componente de hardware, incluindo memória RAM, certifique-se que é compatível com sua placa-mãe. As marcas Crucial e Kingston têm ferramentas que recomendam o tipo correto de RAM a ser utilizada com base na marca e modelo do seu computador. Afim de obter o melhor desempenho da máquina, você deve comprar e instalar módulos de memória em pares combinados. Emoutras palavras, caso você compre uma placa de RAM com 512 MB de memória, deve optar por outra placa do mesmo tamanho e do mesmo fabricante, e instalar elas ao mesmo tempo. A maioria dos fabricantes de memória RAM vendem "kits" contendo um ou dois pares combinados.

 

Disco Rígido

Nenhum disco rígido dura para sempre, e um disco rígido que está começando a "morrer" pode diminuir a velocidade e comprometer a performance de um computador. Para avaliar o desempenho do seu disco rígido, tente instalar o HDD Health ou um aplicativo semelhante.

Nos últimos anos, as "Unidades de Estado Sólido" (SSDs) - chips de memória Flash - ganharam atenção como uma alternativa aos tradicionais discos rígidos. SSDs são mais caros do que os discos tradicionais, mas em muitos casos, oferecem um melhor desempenho. Eles precisam de menos energia, o que beneficia tanto a vida da bateria quanto o meio ambiente.

Não atualize a placa-mãe, nem o processador, a menos que você realmente saiba o que está fazendo. As chances de um erro grave ou catastrófico são altos, e o retorno é geralmente muito baixo em termos de melhoria percebida. 

 

Recondicionamento e Reciclagem

Se você já esgotou todas as suas outras opções e é hora de se livrar de algumas máquinas, elimine-as de forma responsável. Em primeiro lugar, preste atenção para todas as orientações fiscais e contábeis que sejam pertinentes. Se o equipamento for inferior a quatro anos, considere doar ou vender a um recondicionador qualificado. Os recondicionadores irão corrigir tudo o que for preciso e, em seguida, passar a máquina para outra organização.

Finalmente, se o PC é muito velho ou muito quebrado para um recondicionador, veja se ofabricante oferece um programa de devolução (se você estiver comprando máquinas novas, eles podem retomar a sua velha máquina, mesmo que não seja o mesmo fabricante ), ou encontrar um técnico de reciclagem de eletrônicos responsável. 

 

Conclusão

Toda organização tem necessidades diferentes, mas sugerimos o seguinte: Fique em dia com as tarefas de manutenção regular do computador. Livre-se de programas desnecessários, especialmente os que iniciam automaticamente. Certifique-sede ter memória RAM suficiente para executar o sistema operacional, seu saplicativos e demais recursos. Defina as configurações de gerenciamento de energia. 

Finalmente, organize seu orçamento para a aquisição de uma nova máquina, providenciando sua substituição quando realmente for necessário. Lembre-se que a energia necessária para fabricar um novo computador poderia fornecer energia para que o computador funcione por vários anos. Quando você pensar em como reduzir o consumo de energia de sua organização e o orçamento de TI, não pense apenas no que está ao seu redor: pense também sobre a energia e o custo envolvidos na construção e aquisição de computadores.