Venda do WhatsApp para Facebook não vai alterar privacidade, diz CEO


O ucraniano Jan Koum diz que política de não coletar dados vai continuar. Respeito pela privacidade vem da infância: família temia grampo da KGB.